Seguradora se associa à IoT para evitar milhões em perdas

https://network-king.net/wp-content/uploads/2022/04/shutterstock_1917983183-769x414.jpg

Um retorno médio sobre investimentos (ROI) de 506% foi o que a Hartford Steam Boiler (HSB), parte da Munich Re, seguradora especializada em serviços de inspeção, gestão de riscos e tecnologia IoT, consegui reportar em 2021. A empresa conseguiu evitar milhões de dólares em prejuízos com propriedades e equipamentos usando a solução Sensor Solutions by HSB™, que aplica sensores IoT, painéis de dados e algoritmos proprietários para monitorar as condições dos ativos no esquema 24×7.

“Na HSB, procuramos gerar impacto real nos negócios, não apenas fornecer sensores. Estamos aprimorando continuamente nosso programa de IoT por meio de novas tecnologias, melhorias operacionais e inovações no modelo de negócios. Um ROI médio de 506% em 2021 é uma evidência positiva de que nossos clientes estão realmente usando o potencial da IoT”, afirma John B. Riggs, vice-presidente sênior da HSB Applied Technology Solutions.

Seguradoras e proprietários de diversos tipos de negócios – escritórios, hospitais, varejistas e escolas, entre outros – estão entre os 10 principais clientes que contribuíram para esse marco. “Alcançamos em 2021 um ROI excepcional em nosso programa HSB IoT. A combinação exclusiva entre tecnologia IoT e experiência em seguros da HSB aprimorou o gerenciamento de riscos e a eficácia operacional de nossos membros e destaca nosso compromisso com soluções inovadoras”, afirma Brett Carruthers, diretor de gestão de riscos da New York School Insurance Reciprocal (NYSIR), organização de programas de seguros para escolas públicas de New York (EUA).

O pacote Sensor Solutions by HSB™ combina sensores inteligentes e outras tecnologias de dados e análise para identificar e evitar possíveis perdas que possam afetar propriedades e equipamentos. A solução usa serviços AWS IoT, como a plataforma AWS IoT Core, para oferecer conectividade segura a dispositivos e sistemas de ingestão, armazenamento e análise de dados IoT.  A solução trabalha com dados em tempo real, o que resulta em menos sinistros e melhor experiência para os clientes, além de permitir o desenvolvimento de produtos de seguro inovadores. “A HSB pode conectar e ampliar de forma rápida e segura novas soluções de seguros para ajudar os clientes a obter as informações necessárias e assim avaliar riscos e reduzir prejuízos materiais”, explica Mark Relph, líder global da AWS para IoT.

Nos últimos cinco anos, a HSB coletou e analisou quase 30 bilhões de leituras de sensores e emitiu mais de 270.000 alertas para mais de 20 classes de negócios.

Mercado em alta

O mercado global de seguros de IoT foi estimado em US$ 13,3 bilhões em 2021 e deve atingir US$ 150,7 bilhões até 2026, crescendo a uma taxa anual composta de 62,5%, segundo a ResearchAndMarkets.com. A adoção desse tipo de produtos de seguro que usa dados de dispositivos conectados à Internet e sistemas de telemática para melhorar a compreensão dos riscos.  

Trata-se de uma nova abordagem baseada em sensores e tecnologias digitais para monitorar o estado dos ativos segurados, transformando dados brutos em informações relevantes. Esses avanços proporcionados pela IoT à área de seguros podem elevar produtividade e a lucratividade geral dos negócios e melhoras o perfil de riscos dos assegurados. Além disso, a automação pode ajudar a reduzir o custo dos processos de sinistros em até 30%, e os dispositivos conectados à IoT podem contribuir para que empresas de seguro de vida e saúde reduzam seus prêmios em até 25%.

Para entender melhor as possíveis aplicações da IoT no setor de seguros, o Deloitte Center for Financial Services (DCFS), em conjunto com o Wikistrat, sondou pesquisadores, especialistas em tecnologia, finanças e empreendedores de 20 países e pediu para imaginarem como a Internet das Coisas poderia ser aplicada no contexto das seguradoras. As imagens abaixo ilustram como a IoT poderia remodelar esse setor na visão desses públicos.

Como nem tudo são flores, a indústria de seguros pode enfrentar alguns desafios para ampliar a adoção da IoT:

1. Promover mudanças nos modelos de negócios de seguros existentes, muitas vezes conservadores;

2. Desenvolver mais competências para tratar volumes maiores de dados e em tempo real;

3. Manter conformidade com as regulamentações de privacidade de dados e outras normas;

4. Garantir a segurança dos dados e combater fraudes com origem na Internet das Coisas.

FacebookTwitterLinkedIn