FacebookTwitterLinkedIn

Revisão de Ferramentas de Monitoramento Distribuído – 2021

https://network-king.net/wp-content/uploads/2021/09/distributed-monitoring-topology-769x450.jpg

O que é monitoramento distribuído (rede)?

O monitoramento de rede distribuída – também frequentemente chamado de monitoramento de rede descentralizada – oferece a possibilidade de monitorar infraestruturas de TI descentralizadas e seu desempenho de rede. É uma estratégia de coleta de informações de vários pontos de monitoramento. Isso permite que problemas na rede, dispositivos ou aplicativos sejam identificados, mesmo que não estejam na rede local. Essa abordagem é usada por muitas soluções de monitoramento de rede para lidar com a crescente mudança para infraestruturas de rede distribuídas e serviços baseados em nuvem.

Por que isso é tão importante?

Quando as pessoas falam sobre monitoramento distribuído, geralmente pensam primeiro em grandes empresas com vários locais, cujas respectivas infraestruturas de TI precisam ser monitoradas. Os MSPs também estão usando cada vez mais esse método para monitorar as redes de TI de seus clientes e cumprir os SLAs acordados. Porém, mais e mais empresas também estão armazenando seus dados na nuvem e migrando para uma infraestrutura de dados descentralizada. Ao contrário das infraestruturas centralizadas, que tratavam principalmente do desempenho da rede do data center da matriz e dos sites conectados, isso não é mais suficiente para os serviços baseados em nuvem de hoje. Gateways de internet locais em cada site, bem como um data center dedicado e serviços baseados em nuvem, exigem uma abordagem diferente para o monitoramento. Analisamos diferentes soluções e apresentamos aqui uma visão geral.

1. Paessler PRTG Enterprise Monitor

O PRTG Enterprise Monitor se adapta a grandes ambientes de TI com milhares de dispositivos e sistemas em vários locais e oferece uma maneira fácil de obter visibilidade e controle sobre infraestruturas cada vez mais complexas. O ITOps Board estende a instalação do PRTG com uma visão geral central de vários servidores PRTG, orientada a serviços. Isso permite que painéis em tempo real sejam criados, fornecendo uma visão geral centralizada de tudo o que importa.

Para monitorar locais distribuídos, qualquer número das chamadas remote probes pode ser usado com esta solução sem nenhum custo adicional. Como alternativa, local probes adicionais podem ser instaladas e combinadas na Placa ITOps. Essas opções são perfeitas para empresas com várias filiais, bem como para provedores de serviços de TI que desejam monitorar remotamente as redes dos clientes sem custos adicionais para edições distribuídas e, assim, garantir níveis de serviço significativamente mais elevados. Você pode monitorar centralmente toda a rede corporativa, bem como várias redes de clientes, economizando tempo e esforço de administração.

A Paessler implementou o recurso de detecção remota diretamente no PRTG Enterprise Monitor, permitindo o monitoramento de várias redes com apenas uma licença. Uma arquitetura de sistema especial foi desenvolvida para essa variante com otimização de esforço e custo otimizado. O servidor PRTG é responsável pelo armazenamento de dados, servidor web, alertas, relatórios, etc. As remote probes individuais coletam os dados relevantes e os enviam de forma criptografada para o servidor PRTG.

Desta forma, o monitoramento de uma estrutura empresarial de TI mundial é possível. As ptobrd podem ser instaladas na mesma rede que o servidor PRTG ou em redes fisicamente separadas. O pré-requisito é que eles se comuniquem com o servidor PRTG via internet. Isso elimina a necessidade de várias instalações demoradas, bem como a compra de um grande número de licenças individuais ou edições “distribuídas” caras.

2. WhatsUp Gold

O recurso Remote Network Monitoring (Distributed Monitoring) estende os recursos do WhatsUp Gold by Progress (anteriormente Ipswitch) para várias redes remotas, permitindo uma instalação central e uma ou mais instalações remotas. Uma única instância do WhatsUp Gold é identificada como um site central ou um site remoto em um ambiente distribuído com base exclusivamente na licença usada durante a instalação.

No entanto, é importante observar que uma licença separada do WhatsUp Gold é necessária para cada servidor central ou remoto.

Juntas, as instalações centrais e remotas fornecem alta visibilidade para várias redes de um local.

3. Icinga 2

O Monitoramento Distribuído com Icinga é baseado em Master, Satellites e Agents, em que um nó mestre está no topo da hierarquia. Um satélite é filho de um satélite ou de um nó mestre e os agentes garantem a conexão aos nós mestre e / ou satélite.

Um cliente pode ser um mestre secundário, um satélite ou um agente. Normalmente, ele solicita algo do mestre primário ou do nó pai. A instalação em cada sistema é a mesma: você precisa instalar o pacote Icinga 2 e os plug-ins necessários.

A hierarquia Icinga 2 consiste nos chamados objetos de zona. As zonas dependem de uma relação entre hosts pai e filho para confiarem um no outro. Existem certas limitações para zonas filho, como seus membros não têm permissão para enviar comandos de configuração para os membros da zona pai. Na mão inversa, a hierarquia de confiança permite, por exemplo, que a zona mestre envie arquivos de configuração para a zona satélite.

4. ManageEngine

O OpManager implementa uma arquitetura robusta do Probe – Central que possibilita o dimensionamento conforme e quando uma empresa cresce e se expande, sem comprometer a confiabilidade. Os probes são configurados nos sites de monitoramento de rede remota e o servidor central é projetado para fornecer a visibilidade de rede necessária em todos os locais e para relatar a integridade da rede e estatísticas de desempenho em vários probes remotos.

O OpManager elimina a necessidade de atualizações e configurações individuais para cada site remoto. As mudanças centrais são refletidas em todos os probes. Eles podem ser configuradas com base no idioma, o que elimina o problema da barreira do idioma.

O esquema de licenciamento para o probe pode ser compartilhado entre sites remotos; entretanto, o monitoramento distribuído deve ser licenciado adicionalmente ou está incluído apenas na Enterprise Edition.

FacebookTwitterLinkedIn