Melhores ferramentas de monitoramento Azure

https://network-king.net/wp-content/uploads/2022/11/azure-monitoring-tools.jpg

Hoje, a computação em nuvem é uma parte crucial da infraestrutura de TI de muitas empresas, ajudando-as a fornecer seus serviços de maneira mais distribuída, econômica e segura. Atualmente, existem três grandes players neste segmento. De acordo com a Synergy Research, no primeiro trimestre de 2022[1], a Amazon Web Services (AWS) era a líder com 33% de participação de mercado, seguida pela Microsoft em segundo lugar com 22% e a Google Cloud com 10%.

Curiosamente, a Microsoft conseguiu conquistar o dobro de market share do Google Cloud apesar de entrar atrasada nesse mercado: o produto da AWS foi lançado em 2006, a Google Cloud em 2008 e o Azure apenas em 2010.

Um ponto forte da oferta da Microsoft é sua profunda integração com outros serviços fornecidos pela empresa, como o Azure Virtual Desktop e o Office 365, que permitem implantar aplicativos – ou todo um ambiente de desktop virtualizado – com apenas alguns cliques.

Claro, o Azure é muito mais do que isso, oferecendo uma rede de entrega de conteúdo (CDN); serviços de computação, identidade, armazenamento e comunicação; codificação de mídia, streaming e análise; uma Plataforma de Inteligência Artificial, um Hub IoT e muito mais.

Não importa o motivo para escolher o Azure como seu provedor, o desempenho e a confiabilidade de sua infraestrutura de nuvem serão tão bons quanto as ferramentas que você usa para gerenciar seus serviços e aplicativos. Neste artigo, apresentaremos algumas das principais opções disponíveis e esperamos ajudá-lo a escolher a melhor para suas necessidades.

FAQ

O que é o Azure?

Azure é a plataforma de computação em nuvem da Microsoft. Suporta muitos sistemas operacionais (incluindo Windows 10, Windows Server e muitas distribuições Linux), linguagens de programação, ferramentas e estruturas, e fornece software como serviço (SaaS), plataforma como serviço (PaaS) e infraestrutura como serviço (IaaS).

O Azure passou por algumas mudanças de nome desde que foi introduzido em 2008, quando era conhecido como Projeto Red Dog. Após o lançamento, em 2010, foi chamado de Windows Azure, antes de ser renomeado para Microsoft Azure em 2014, provavelmente para reduzir a associação com a família de sistemas operacionais Windows e destacar sua natureza multiplataforma.

O que é o monitoramento Azure?

O monitoramento do Azure é o conceito de usar ferramentas especializadas para monitorar o status e o desempenho de suas máquinas virtuais (VMs), aplicativos e serviços executados na nuvem do Azure.

Por que monitorar os serviços Azure?

Você precisa de uma ferramenta de monitoramento de nuvem do Azure pelos mesmos motivos pelos quais já usa uma ferramenta de monitoramento de rede: para aumentar a disponibilidade de seus serviços identificando problemas de forma proativa e reagindo rapidamente a eventos e para garantir que eles estejam funcionando da melhor maneira possível, monitorando o uso de recursos e comportamento ao longo do tempo.

Como fazer o monitoramento da Azure?

Existem muitos serviços e ferramentas de monitoramento do Azure adequados, desenvolvidos pela própria Microsoft ou por terceiros, que podem abranger todo o espectro de recursos oferecidos pelo Azure ou apenas um subconjunto específico. Apresentamos alguns deles a seguir, sem nenhuma ordem específica.

O que procurar em uma ferramenta de monitoramento Azure?

Em nossa opinião, existem cinco características principais que você precisa observar ao escolher uma ferramenta de monitoramento do Azure. Eles são:

  1. A capacidade de extrair dados nativamente da plataforma Azure.
  2. Monitoramento de infraestrutura (VMs, contêineres) e de aplicativos (bancos de dados, serviços).
  3. Alertas personalizáveis e notificações automatizadas quando os alertas são acionados.
  4. Recursos de relatórios nativos (e de preferência automatizados)
  5. Um período de teste adequadamente longo, para que você possa testar como a ferramenta funciona com sua infraestrutura.

Melhores ferramentas de monitoramento Azure

Paessler PRTG

O Paessler PRTG é uma ferramenta de monitoramento tudo-em-um que pode monitorar tudo, desde sua rede local até sua infraestrutura de nuvem, incluindo suas VMs do Azure. Essa ferramenta fornece um painel centralizado com todas as métricas sobre seus serviços do Azure, alertas personalizáveis com base em valores de limite e um recurso de relatório automático para que você possa manter a gerência e os colegas de trabalho informados.

O Paessler PRTG é baseado em elementos básicos de monitoramento chamados “sensores”. Um sensor normalmente monitora um valor medido em sua rede, como o tráfego de uma porta de switch, a carga da CPU de um servidor ou o espaço livre de uma unidade de disco.

O sensor principal do Azure no Paessler PRTG é o  Microsoft Azure Virtual Machine sensor, que monitora o status de cada VM em sua conta do Microsoft Azure e exibe o uso da CPU, bem como os créditos de CPU usados e os restantes.

O Microsoft Azure Subscription Cost sensor pode monitorar o custo de uma assinatura do Azure. Mais especificamente, monitora o custo geral do período atual e anterior. O sensor oferece a possibilidade de obtenção de informações sobre cada assinatura (valor usado e percentual do valor usado) .

Uma visão geral do Microsoft Azure Subscription Cost sensor no PRTG.

O Microsoft Azure SQL Database sensor monitora as métricas de um Banco de Dados SQL do Azure (banco de dados único ou pool elástico) em uma assinatura do Microsoft Azure, e o Microsoft Azure Storage Account sensor, monitora a conta de armazenamento. Todos os sensores relacionados ao Azure no Paessler PRTG suportam o protocolo IPv6 e têm um impacto de desempenho muito baixo.

Além desses sensores integrados, o AutoMonX, um Parceiro Paessler, oferece um pacote de sensores para o Paessler PRTG com suporte para 32 serviços Microsoft Azure. O pacote é oferecido como uma assinatura anual ou como licenças perpétuas com manutenção incluída para locatários únicos do Azure ou preços especiais para ambientes multilocatários.

Esses sensores extras podem monitorar bancos de dados SQL, certificados, sites, contas de armazenamento, contas de banco de dados, interfaces de rede, conexões, gateways de rede virtual, métricas e implantações de cluster Kubernetes, contas em lote, serviços de pesquisa e muito mais.

Eles se conectam por meio de uma API REST ao ambiente de gerenciamento do Azure e coletam valores e informações de métricas, que são relatados de maneira compreensível pelo EXE/Script Advanced sensor.

O Paessler PRTG oferece uma avaliação gratuita de 30 dias, com todos os recursos disponíveis durante esse período, sem necessidade de informar um número de cartão de crédito. Os sensores AutoMonX extras podem ser usados durante a avaliação gratuita.

Azure Monitor

Esta é a ferramenta oficial de monitoramento do Azure, desenvolvida pela própria Microsoft. Oferece ferramentas de visualização, uma plataforma de dados poderosa para diagnóstico e solução de problemas, alertas quase em tempo real para eventos e insights selecionados sobre um determinado serviço ou conjunto de serviços, incluindo insights de aplicativos para monitoramento de desempenho do Azure e insights de VM, insights de contêiner e insights de rede para monitoramento de infraestrutura.

De acordo com a Microsoft, um recurso chamado Azure Monitor Agent, juntamente com amostras e recomendações, permite que sua equipe comece rapidamente com a ferramenta, que pode ser combinada com o Azure Arc para monitorar ambientes locais, de borda e na nuvem.

A ferramenta da Microsoft também pode fazer o monitoramento do Azure Queue Storage e do Azure Front Door, para ajudá-lo a evitar esses “erros 503”. Os Logs do Azure Monitor coletam e organizam dados de log e desempenho de recursos monitorados, e os Alertas do Azure Monitor ajudam na detecção e resolução de problemas antes que os usuários percebam.

O fabricante também promove a integração com o Azure Managed Grafana para uma visualização de painel único em ambientes multicloud e suporte para projetos Cloud Native Computing Foundation (CNCF) com um serviço gerenciado para Prometheus e um plug-in de saída Logstash, além de integração com soluções de outras empresas como Datadog e Elastic.

azure_monitor
Visão geral do painel do Azure Monitor, incluindo um mapa de aplicativos, utilizações de recursos e métrica de segurança.

O Azure Monitor é um dos serviços “sempre gratuitos” incluídos em uma conta gratuita do Azure, mas há limites por recurso na quantidade de dados “gratuitos” que você pode analisar. E esta é a principal armadilha no Azure Monitor: custo.

A Microsoft diz que “o faturamento é baseado principalmente no volume de dados digitados no Azure Monitor” e que para “algumas funcionalidades do Azure Monitor, como alertas, notificações, testes Web e expansão de dados, há cobranças adicionais”.

Em linguagem simples: quanto mais você usa, mais você paga. No entanto, a empresa oferece níveis de reserva de capacidade que podem proporcionar economia em comparação com os custos de pagamento conforme o uso.

Serverless360 Azure Management Platform

Desenvolvido pela Integration360 Limited, o Serverless360 se apresenta como mais do que monitoramento do Azure: em vez disso, é anunciado como uma solução de gerenciamento de desempenho de aplicativos (APM), projetada para monitorar a integridade, disponibilidade, desempenho e métricas operacionais de aplicativos hospedados no Azure.

De acordo com o desenvolvedor, o Serverless360 ajuda a economizar dinheiro “oferecendo as ferramentas para permitir que uma equipe de suporte gerencie as operações diárias de suas soluções Serverless construídas no Azure e reduza o número de vezes que o pessoal de suporte precisa escalar chamadas para desenvolvedores, administradores de TI e equipe de entrega”.

serverless360
Monitorando recursos do Azure com o Serverless360.

Isso inclui recursos como o Server Map, que gera diagramas com o fluxo de seus processos e a correlação entre eles, ferramentas de gerenciamento de usuários que permitem que os operadores executem suas tarefas com o mínimo de privilégios (aumentando a segurança), dashboards personalizáveis e monitoramento sistema que permite visualizar diferentes assinaturas do Azure em um único painel.

O Serverless360 também fornece rastreamento distribuído de ponta a ponta do fluxo de negócios com monitoramento de atividades de negócios (BAM), onde o usuário será notificado com transações e detalhes de estágio em cada transação. Há também a automação de tarefas e uma ferramenta de monitoramento de custos, que promete descobrir tendências de gastos e oferecer sugestões para economizar custos.

Há uma avaliação gratuita de 15 dias da Serverless360 Azure Management Platform disponível.

SolarWinds Server & Application Monitor

O SolarWinds Server & Application Monitor (SAM) promete monitoramento completo de sua infraestrutura, seja em servidores locais, em seu ambiente Azure ou em outras plataformas de nuvem.

Os dados são apresentados em um painel único integrado, fornecendo insights sobre sistemas, aplicativos e desempenho da infraestrutura, independentemente de onde os dados residam. Essas informações podem ser visualizadas e correlacionadas em todo o ambiente, com linha de base dinâmica para definir o que é operação normal e o que deve acionar um alerta.

O SAM foi projetado para fornecer uma variedade de recursos, incluindo monitoramento de máquina virtual do Azure, monitoramento do Hub IoT do Azure, monitoramento do Barramento de Serviço do Azure e recursos de monitoramento de aplicativos do Azure.

sam
O SolarWinds Server & Application Monitor pode ajudá-lo a monitorar suas instâncias do Azure junto com sua infraestrutura privada local.

Pode monitorar serviços IaaS, como VMs do Azure e pods do Kubernetes, com um recurso de descoberta automática para VMs e contêineres da nuvem do Azure. Há também monitoramento de PaaS, com dados sobre CPU, memória, solicitações e tempo de resposta de cargas de trabalho do Azure e métricas para o Serviço de Aplicativo do Azure, Hubs de Eventos do Azure e Banco de Dados SQL do Azure.

Além do Azure, o SAM também pode monitorar uma variedade de produtos e serviços da Microsoft, como Active Directory, Exchange, servidor IIS, SharePoint, Skype for Business, SQL Server, Windows e outros. Ele também é capaz de monitorar e avaliar o desempenho dos aplicativos do Office 365.

Uma avaliação gratuita do SAM está disponível por 30 dias.

Site24x7

O Site24x7 é uma ferramenta de monitoramento de pilha completa do Azure, capaz de monitorar VMs, serviços de aplicativos, apps, o Gateway do Azure, o Banco de Dados SQL do Azure, o Barramento de Serviço do Azure, a Área de Trabalho Virtual do Azure, redes virtuais, discos e muito mais.

Na verdade, o desenvolvedor afirma que pode monitorar mais de 100 recursos do Azure, incluindo serviços IaaS, como VMs e Kubernetes, e serviços PaaS, como App Service e Event Hubs. Ferramentas baseadas em IA podem detectar desvios ou picos de desempenho e podem acionar a correção automatizada de incidentes.

site24x7
O Site24x7 pode monitorar mais de 60 métricas em seus servidores

O Inventory Dashboard oferece visibilidade rápida dos diferentes tipos de serviços do Azure, e o Guidance Report pode destacar as práticas recomendadas e oferecer recomendações para otimizar custos e aumentar desempenho e disponibilidade. Há também uma ferramenta de previsão que usa aprendizado de máquina e modelos de previsão de séries temporais para prever tendências para métricas de desempenho.

Você pode experimentar o Site24x7 gratuitamente por 30 dias.

ControlUp Real-Time DX

Esta não é uma “ferramenta de monitoramento do Azure” como as mencionadas aqui. Em vez disso, o ControlUp Real-Time DX é apresentado como uma “ferramenta de monitoramento de experiência digital em tempo real” focada em desktops e aplicativos virtuais que podem ser executados no Azure, daí a conexão.

Usando a interface do usuário Solve (outro produto ControlUp), o Real-Time DX oferece uma visão em tempo real do ambiente (infraestrutura de desktop virtual, servidores e muito mais), com a capacidade de fazer alterações instantaneamente conforme necessário, para resolver problemas à medida que surgir.

Isso inclui métricas detalhadas de monitoramento da interface do usuário, como uso da CPU, atraso de entrada do usuário e média de latência para cada aplicativo executado em um desktop, permitindo que a equipe de suporte descubra rapidamente por que um aplicativo “parece lento” e resolva o problema com alguns cliques apenas.

controlup
O ControlUp Real-Time DX está focado em garantir o desempenho e a experiência do usuário de seus desktops virtuais

Há também um sistema de alerta personalizável que pode ser adaptado às suas necessidades específicas e ações automatizadas, como limpar diretórios temporários, fazer logoff de usuários ociosos ou expandir o tamanho do disco, que podem ser acionados para resolver problemas antes que afetem a produtividade de seus usuários .

A ControlUp oferece uma avaliação gratuita do Real-Time DX por 21 dias. Há também um teste ao vivo da ferramenta no site do desenvolvedor, sem nada para baixar ou configurar. Os interessados também podem solicitar uma demonstração ao vivo personalizada.

Progress WhatsUp Gold

O Progress WhatsUp Gold parece ser voltado para o gerenciamento de recursos. Essa ferramenta pode rastrear o uso de recursos do Azure, monitorar custos e otimizá-los apontando recursos que estão sendo subutilizados ou não usados. Os alertas podem ser acionados se o uso ou cobrança do Azure exceder os parâmetros predefinidos.

Além disso, o WhatsUp Gold também pode olhar para o resto da sua rede, descobrir automaticamente recursos baseados em nuvem e exibi-los em um mapa interativo, com um único painel.

whatsup
O WhatsUp Gold permite que você crie mapas de rede personalizados e interativos

Essa ferramenta permite gerar facilmente relatórios de desempenho, integridade e inventário para recursos e infraestrutura de nuvem, permitindo determinar rapidamente se um problema está ocorrendo em instâncias do Azure ou nas suas instalações.

Há uma avaliação gratuita do WhatUp Gold disponível no site do fabricante, mas não conseguimos descobrir por quanto tempo.

Cerebrata

Cerebrata é outra ferramenta da Integration360 Limited, a mesma empresa por trás da Serverless360 Azure Management Platform. No entanto, o Cerebrata é uma ferramenta multiplataforma voltada para desenvolvedores, permitindo que gerenciem serviços do Microsoft Azure de maneira segura e code-free.

Atualmente, os desenvolvedores têm muitas responsabilidades além de escrever código, e o Cerebrata pode assumir algumas tarefas como limpeza e migração de dados, liberando tempo para que possam se concentrar em aumentar o desempenho e a estabilidade de sua base de código e desenvolver novos recursos.

cerebrata
Cerebrata é a única ferramenta desta lista voltada para desenvolvedores

Isso inclui ferramentas para gerenciar o Barramento de Serviço do Azure, permitindo operações instantâneas como excluir, reenviar e enviar mensagens, gerenciamento de Conta de Armazenamento, operações do Azure Cosmos DB em bancos de dados, contêineres e documentos, gerenciamento de Cache Redis do Azure, administração e gerenciamento de Pesquisa Cognitiva do Azure de todos os custos associados à sua Assinatura do Azure.

É posssível experimentar o Cerebrata gratuitamente por 15 dias.

Datadog

Por trás do mascote fofo está uma ferramenta que anuncia total observabilidade e maior segurança para seu ambiente do Azure. O Datadog tem suporte para mais de 40 serviços do Azure e pode coletar métricas com granularidade de até um segundo.

Esses dados são exibidos em painéis que oferecem não apenas uma visão de alto nível da integridade de sua infraestrutura e aplicativos, mas também uma visibilidade mais profunda de serviços individuais, como o Serviço de Kubernetes do Azure (AKS) e os Serviços de Aplicativo do Azure.

A ferramenta Cloud Security Management oferece detecção de ameaças de pilha completa, gerenciamento de postura, segurança de carga de trabalho e segurança de aplicativos. Existem ferramentas que ajudam a rastrear a migração de seus aplicativos e serviços para o Azure (ou outros provedores de nuvem) e, como outras ferramentas que mencionamos, um recurso de previsão orientado por Machine Learning que pode fornecer informações sobre o uso de recursos antes que se torne um problema.

datadog
O Datadog oferece “observabilidade unificada” de todas as VMs e serviços

O Service Map unifica os dados de observabilidade de qualquer VM e serviço, seja na nuvem ou on-premises, oferecendo visibilidade abrangente de seus aplicativos e suas dependências. A ferramenta também pode monitorar seu uso de recursos e dimensionar automaticamente suas instâncias de contêiner conforme necessário.

É posssível experimentar o Datadog gratuitamente por 14 dias, período de teste mais curto de todas as ferramentas listadas neste artigo.

ManageEngine Applications Manager

O ManageEngine Applications Manager é outra ferramenta completa para monitoramento do Azure, oferecendo monitoramento persistente e em tempo real dos principais indicadores de desempenho (KPIs), que podem ser agregados para análise histórica e relatórios de previsão que podem ajudar os administradores de sistema a prever o crescimento e o uso da infraestrutura.

Os alertas podem ser definidos com base em valores de limite ou linhas de base dinâmicas, e os administradores podem ser notificados por meio de sua escolha, como e-mail, mensagens SMS ou canais do Slack. Também é possível automatizar tarefas corretivas e dimensionar automaticamente a infraestrutura de nuvem com base na carga do sistema, o que pode evitar interrupções devido a gargalos de recursos e ajudar a economizar dinheiro durante o baixo uso.

manageengine
Alarmes detalhados são um dos muitos recursos do ManageEngine Applications Manager

Há uma avaliação gratuita do Applications Manager disponível por 30 dias, bem como uma demonstração ao vivo online totalmente funcional no site do fabricante.

Dynatrace

O Dynatrace oferece observabilidade de pilha completa de sua infraestrutura do Azure, incluindo métricas, logs e rastreamentos, com descoberta automática, mapeamento de dependência contínua dos serviços de nuvem do Azure e visibilidade em escala de hosts, VMs, contêineres e orquestração, rede, dispositivos, logs, eventos , e mais.

Um sistema de IA chamado Davis analisa continuamente bilhões de dependências para determinar a causa raiz dos problemas, prometendo resolução “em minutos”, antes que sua empresa possa sentir o impacto. Isso permite que sua equipe se concentre na resolução, não em alertas de tempestades, eliminando a necessidade de war-rooms quando diante de problemas críticos.

dynatrace
Uma visão geral de uma infraestrutura do Azure no Dynatrace

A ferramenta se integra a serviços populares do Azure, como Azure App Service, Azure SQL Database, Azure Functions, Azure HDInsight, Azure Web Apps e outros, e pode facilitar as migrações de nuvem do Azure, fornecendo uma melhor compreensão de sua pilha de tecnologia, oferecendo melhor visibilidade de sua nuvem híbrida antes da migraçãao completa para o Azure.

Dynatrace oferece uma avaliação gratuita de 15 dias.

Conclusão

Como você pode ver, existem ferramentas de monitoramento do Azure para todos os tipos de necessidades, não importa como você use a plataforma de nuvem da Microsoft. No entanto, temos um favorito: Paessler PRTG, e por alguns motivos.

Primeiro, porque ele simplifica seu fluxo de trabalho, permitindo que você monitore toda a sua infraestrutura, seja on-premises ou na nuvem do Azure, com uma única ferramenta. Isso significa que você pode acabar com a dependência de uma variedade de soluções individualizadas, que podem trazer riscos potenciais, como incompatibilidade com seu fluxo de trabalho atual e até problemas de segurança.

Em segundo lugar, porque vem com sensores integrados que cobrem muitos dos principais casos de uso. Terceiro, porque é extensível, o que significa que você pode implantar sensores de terceiros ou até mesmo desenvolver seus próprios sensores para atender a necessidades específicas.

Além disso, tem todas as características desejadas em uma ferramenta de monitoramento do Azure. Por isso é, em nossa opinião, a melhor escolha geral.


FacebookTwitterLinkedIn