FacebookTwitterLinkedIn

Localização interna movimentará US $ 19,7 bi em 2026

https://network-king.net/wp-content/uploads/2021/09/shutterstock20-769x414.jpg

O tamanho do mercado global de Indoor Location (localização interna) deve crescer de US $ 7,0 bilhões em 2021 para US $ 19,7 bilhões em 2026, a uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 22,9% durante o período de previsão, segundo a Markets and Markets.

Vários fatores contribuirão para isso:  a pandemia de Covid-19, por exemplo, fez explodir o interesse por gerenciamento de instalações, rastreamento de vírus, rastreamento e gerenciamento de pessoas e quarentena inteligente. A  crescente integração de beacons em câmeras, iluminações LED, dispositivos de Ponto de Venda (PoS) e sinalização digital; a proliferação de smartphones, dispositivos conectados e aplicativos baseados em localização entre os clientes; e a ineficiência da tecnologia GPS no ambiente interno, também.

Até à emergência de saúde pública, com a pandemia, a implementação mais proeminente da localização interna era o marketing de proximidade, que entrega material promocional aos consumidores com base em sua localização. Com o aprimoramento das tecnologias de microlocalização ((BLE, UWB, Bluetooth 5.1, o futuro WiFi 802.11az, etc), outras aplicações foram surgindo a partir da localização exata de objetos e pessoas em qualquer lugar: fábricas, armazéns, escritórios, hospitais, museus, escolas, shoppings.

Muitos fatores devem ser considerados ao discutir a precisão do posicionamento. O ambiente, o projeto do sistema, o atraso do caminho da antena e outros parâmetros podem degradar a precisão nominal. De todo modo, é bom ter em mente que o UWB pode atingir o mais alto nível de precisão com posicionamento ao nível centímetro. Os sistemas baseados em Bluetooth 5.1 devem ser capazes de atingir uma precisão de submetro, enquanto as implantações de WiFi 802.11az, com disponibilidade prevista para 2022, devem ser capazes de alcançar uma precisão de decímetro.

Além da precisão de posicionamento, outros fatores que afetam a decisão de investir em uma nova tecnologia de posicionamento são segurança de dados e privacidade, consumo de energia, custo, infraestrutura existente, alcance de transmissão e interoperabilidade.

Ameaças de vazamento de dados podem ser uma grande desvantagem para a adoção de tecnologias de localização interna. representando uma séria ameaça à privacidade do usuário. A situação pode se agravar ainda mais se as informações coletadas pelo provedor de serviços vazarem por causa de ataques externos.

A maioria das organizações empresariais vê as informações espaciais como um dos fatores-chave para trabalhar em projetos ambiciosos e tomar decisões importantes. Por isso, dados gerados pelas  aplicações de localização interna e as tecnologias de microcolocalização também já começam a alimentar Indoor Positioning System (IPS) e soluções de Location Intelligence.

À medida que as tecnologias IPS amadurecem e encontram seu lugar no mercado, mais e mais empresas irão integrar o posicionamento interno em sua oferta de produto ou serviço.

Conheça os principais fornecedores de plataformas e soluções para esse mercado, segundo o Gartner e/ou a 360 Quadrants.

E o consórcio FiRa, que está comprometido com o desenvolvimento e aplicação de experiências de usuários com tecnologias UWB.

FacebookTwitterLinkedIn