IIoT – Guia completo

https://network-king.net/wp-content/uploads/2021/09/IIoT36-769x414.jpeg

Com o aumento da inflação e da concorrência no mercado, muitas empresas estão passando por uma transformação digital para se manterem competitivas.

Para algumas dessas empresas, a Internet das Coisas Industrial, ou IIoT, é indispensável, pois ajuda a criar fábricas inteligentes e uma maior participação de mercado. A maioria dessas empresas já implementou soluções de conectividade para economizar dinheiro e fornecer operações mais otimizadas.

Mas o que é IIoT exatamente? Como o conceito ajuda a transformação digital a turbinar os negócios e gerar maior desempenho operacional? É inevitável agora? Como os fabricantes podem utilizá-la para atingir seus objetivos de negócios?

Você obterá respostas para essas e outras perguntas abaixo. Este guia também discutirá riscos e vantagens associadas à IIoT.

O que é IIoT?

A IIoT é definida como o uso da IoT no campo industrial. Ele conecta máquinas e gerenciamento de dados em fábricas inteligentes para melhorar a produtividade e a qualidade. Em palavras simples, refere-se à IoT usada no ambiente industrial.

A IIoT coleta dados de sensores, atuadores, equipamentos inteligentes e sistemas. Fornece insights críticos para usuários finais, operadores e gerentes industriais, em tempo real. Uma vez coletados os dados, eles são analisados e configurados em um servidor em nuvem.

Insights em tempo real podem ajudar a encontrar soluções descritivas e preditivas em robótica e outras aplicações avançadas. Pode até forçar as máquinas a tomar decisões semi-autônomas e autônomas. Como resultado, o equipamento fica mais otimizado e menos propenso a erros humanos. Além disso, insights em tempo real ou ao vivo também ajudam a melhorar a segurança do trabalhador, reduzir custos e melhorar a qualidade.

A IIoT usa IA e outros software de aprendizado de máquina para conectar plataformas e dispositivos. Cria um cibersistema mais ágil que funciona com eficiência e melhora sua capacidade.

A importância da IIoT

As estatísticas mostram que até 2025, mais de 30 bilhões de dispositivos estarão conectados à IoT em todo o mundo. A indústria manufatureira terá um papel importante na criação desses dispositivos e modelos de negócios para aumentar a lucratividade. Isso também indica uma transformação crescente para a Quarta Revolução Industrial.

Com o trabalho, processamento e manutenção das máquinas, a manufatura é uma indústria ideal para uso dos dados gerados pelas máquinas. Os dados são sempre valiosos e os programas e algoritmos de inteligência de negócios podem ser manipulados para obter insights a partir deles. Além disso, os dados não são apenas sobre os números, mas também sobre os insights gerados a partir deles.

A IIoT acontece no chão de fábrica com máquinas individuais e nos ciclos de produção se torna mais visível. Processos automatizados e manutenção preditiva são apenas o começo do que pode ser feito com os dados.

O futuro da IIoT será sobre os sensores que analisam e transmitem dados. Também incluirá:

  • o link para máquinas que ativam seus processos
  • dispositivos que podem se auto-retificar quando funcionam fora de seus parâmetros

Assim, em termos de importância, a IIoT deve ser vista como permitindo modificações nos processos de construção que o consumidor mais valoriza. Sendo rápido no mercado, oferece produção personalizada e níveis de personalização mais gerenciáveis. Por isso, tem um futuro brilhante.

Como a IIoT funciona?

A IIoT é uma rede de dispositivos inteligentes conectados a sistemas que monitoram, coletam, controlam, trocam e analisam dados. Simplificando, é uma rede de objetos físicos que coleta e troca dados para monitorar e controlar processos industriais.

Na infraestrutura IIoT, os dados são coletados por meio de sensores, atuadores e nós inteligentes. Esses dados são então controlados pela interface IoT e portas de inteligência. Posteriormente, as informações são transferidas para a plataforma IoT e para o servidor local para processamento de dados, análise, soluções e processo automatizado de banco de dados.

A IIoT lança mão de máquinas avançadas e análises em tempo real para usar os dados que os antigos dispositivos “burros” geram no campo industrial. Essas informações podem ser usadas posteriormente para manutenção preditiva e máxima eficiência nos processos de negócios.

A filosofia por trás da IIoT é de que as máquinas avançadas são melhores que os seres humanos na captura e análise de dados em tempo real. Também são melhores no fornecimento de informações críticas, usadas para orientar as decisões de negócios com maior eficácia e precisão.

Qula é a diferença entre IoT e IIoT?

IoT não deve ser confundido com IIoT.

IoT é uma transmissão sem fio ou com fio para controlar, vincular e enviar serviços para dispositivos de comunicação em uma área ou empresa. Carros inteligentes, eletrodomésticos ou termostatos estão ligados à internet. A IoT geralmente coleta e transfere dados.

Por outro lado, a IIoT é um cluster de sistemas de automação, sensores, plataformas de análise e comunicação de equipamentos. É usada para gerenciar e melhorar o trabalho em um mundo industrial.

Na IIoT, a coleta de dados permite que o usuário desfrute de uma experiência personalizada. A conectividade com a Internet é um instrumento digital que gerencia um ecossistema criado para melhorar o trabalho na indústria de manufatura.

O que leva os fabricantes a migrar para a IIoT?

Eventualmente, todo setor precisa direcionar seus stakeholders a migrar para tecnologias mais novas. Esse movimento ajuda a diminuir os custos e aumenta a eficiência. É o mesmo na fabricação também.

Os fabricantes geralmente são avessos ao risco. Isso torna mais difícil convencê-los a entrar na era da fabricação cognitiva centrada na IoT. No entanto, à medida que a primeira empresa salta, outras seguem mais facilmente.

A IIoT tem um papel significativo na indústria de manufatura. Várias máquinas possuem sensores embutidos que otimizam a maioria das operações da indústria. Por exemplo, se um sistema falhar, os sensores conectados localizam o problema e acionam uma mensagem para o fabricante.

Abaixo estão algumas pressões críticas do mercado que estão levando os fabricantes à IIoT:

1. Redução de custos na produção

2. Time to market mais rápido

3. Crescimento exponencial da receita

4. Alterações de última hora nos pedidos

5. Produção em massa de produtos configurados individualmente

Quais as vantagens da IIoT?

As soluções de IIoT são melhor projetadas para fabricantes para que possam começar a usar melhor os dados existentes. Eles fazem isso montando e melhorando os dados de produção. Geralmente, isso cria vários casos de uso, como prever tendências com base na análise de dados anteriores.

As máquinas conectadas à IIoT capturam e comunicam dados com mais precisão e consistência. Isso permite que as organizações quebrem os silos de dados abertos e acessem informações em todos os níveis.

Com a IIoT, operadores, engenheiros e supervisores podem obter visibilidade da produção. Os engenheiros podem obter dicas dos operadores, processos e dados da máquina para obter eficiência e melhoria contínuas no chão de fábrica. Além disso, o gerenciamento pode tomar decisões de negócios informadas, apoiadas por dados.

Abaixo estão algumas vantagens que um fabricante pode ter usado numa solução IIoT eficaz.

1) A IIoT pode garantir melhor fabricação e produtividade aprimorada

Os seres humanos são lentos e propensos a cometer erros ao interagir com o equipamento. Na IIoT é justamente o contrário. Os dados ao vivo são coletados e analisados, e os fabricantes tomam decisões guiadas por dados.

Essas análises avançadas também são úteis para identificar tendências não destacadas de outra forma. Além disso, com as soluções IIoT, um fabricante pode otimizar seu processo de produção e desempenho empresarial.

A análise avançada também pode ajudar na utilização da capacidade e na mão de obra. Essas otimizações atendem melhor ao desempenho geral de uma organização.

2) IIoT melhora o controle de estoque

Hoje, o gerenciamento de estoque tornou-se mais caro que nunca. Com a inflação crescente e os custos de manutenção de estoque, os fabricantes procuram uma solução para minimizar esse custo.

Para isso, as soluções de IIoT são recomendadas, pois ampliam ainda mais a coleta de dados . O sistema IIoT coleta dados das empresas por meio dos dispositivos usados para transporte.

Os produtos acabados são então monitorados e sua disponibilidade é incluída na análise na plataforma. Aqui, as mercadorias são enviadas para um software de finanças para uma gestão precisa do estoque.

3) Qualidade aprimorada por meio da IIoT

Muitos fabricantes usam programas de teste de qualidade para inspeção, auditoria e prevenção. A menor variação no processo de fabricação pode aumentar a taxa de refugo. Isso acontece principalmente em indústrias onde as peças automotivas, aeroespaciais e médicas são personalizadas para tolerâncias exatas. Também pode causar um lapso de segurança se o usuário passar na inspeção de domínio.

No entanto, se forem usados dispositivos IIoT, há menos chance de isso acontecer.

Essa medição precisa afere a temperatura, pesos e outras informações usando dispositivos IIoT. Também permite que os operadores verifiquem e façam ajustes antes que as unidades de produção fiquem fora de serviço devido a determinados parâmetros. Como resultado, isso economiza tempo, mão de obra, custo, material e deterioração do equipamento.

Os dados também podem ser coletados para frequência regular. Ajuda os fabricantes a projetar programas de aprendizado de máquina para destacar falhas que podem levar a grandes perdas. Com dispositivos IIoT, vários ajustes são projetados para serem executados de forma semi-autônoma ou autônoma pela máquina.

4) IIoT e economia de custos

Os sistemas IIoT ajudam a reduzir os custos das empresas de manufatura. A capacidade dos sistemas de encontrar e corrigir erros economiza material, custo e tempo de inatividade. Também são úteis ao analisar dados, o que permite identificar tendências que os humanos podem fazer. A força analítica proporciona redução dos custos operacionais e otimização do processo.

Além disso, os dispositivos conectados também geram insights que permitem às empresas projetar programas de manutenção preditiva para prolongar a vida útil do equipamento, reduzir o tempo de inatividade e minimizar o preço de peças adicionais.

A redução de custos é o fator crítico para os fabricantes adotarem a IIoT. Com máquinas focadas em sensores coletando e analisando dados de forma autônoma sobre a integridade e o desempenho da máquina, as empresas podem usá-las para reduzir manutenção, custos de operação e reparos.

89% das falhas são aleatórias e, portanto, muito difíceis de evitar apenas com preservação planejada. A desvantagem óbvia é que a manutenção excessiva de ativos pode ser cara e prejudicial para um sistema estável.

No entanto, usar a IoT para manutenção pode otimizar a disponibilidade de ativos, diminuir custos e aumentar a produtividade. A manutenção preditiva também é valiosa para organizações de ativos, pois identifica a degradação ou perda de ferramentas futuras antes que elas ocorram.

5) Monitoramento e segurança de ativos com IIoT

Com IIoT, sugestões de manutenção preditiva, análise em tempo real e ferramentas secundárias, as empresas de manufatura podem projetar estratégias para gerenciar a integridade dos ativos em uma única empresa ou fábrica.

Novos programas de dados de máquina podem monitorar melhor as estatísticas do equipamento para identificar a integridade, problemas de vida útil do equipamento e outras variáveis. Eles também podem sugerir cursos de ação ou soluções para manter os ativos em condições de funcionamento.

6) Produção em massa de produtos configurados individualmente

Várias mudanças em um produto permitem que ele ganhe popularidade no mercado rapidamente. As mudanças podem incluir ativos personalizados individualmente e nichos de mercado, seja online ou em loja. Falar sobre os produtos que você compra que são acessíveis às pessoas permite que você personalize certos aspectos como roupas, sapatos, comida, veículos, móveis, etc. Nunca foi tão fácil sentar no seu quarto e pedir uma pizza, com um escolha de tudo, desde o molho ao tipo de crosta e queijo.

Essa personalização dá a você a sensação de que isso é diferente para você, mesmo que outras pessoas possam obtê-lo. O processo de criação na parte de trás precisa de um aumento na variedade e design sem qualquer aumento de custo.

Assim, com o uso da IIoT, os dados extraídos de máquinas e sistemas são traduzidos no contexto necessário para descobrir cronogramas de produção, qualidade e preço, e permitir decisões eficazes. Além disso, a visibilidade da infraestruturaa em tempo real permite uma cadeia de suprimentos mais eficiente e fluida, para que o produto solicitado seja sempre perfeito.

Riscos e desafios em IIoT?

Há uma série de riscos e problemas associados à IIoT. Os principais incluem segurança, custo e experiência. Abaixo, discutiremos esses desafios e riscos em detalhes.

1) Custo de investimento

O preço da implementação da nova tecnologia IIoT é alto. Como outras indústrias, a manufatura também precisa usar a tecnologia mais recente em TI tradicional. No passado, a infraestrutura, manutenção e treinamento eram consideráveis. Mas ,hoje, tornar sistemas antigos obsoletos e colocar novos sistemas em funcionamento, ao mesmo tempo, é assustador.

Há também muita confusão em relação à taxa de juros (ROI). Mesmo que as perspectivas estejam corretas, as vantagens da IIoT ofuscarão o custo. No entanto, com o rápido crescimento dos dispositivos de conexão e desenvolvimento de software, os custos de investimento cairão drasticamente no futuro.

2) Formação e experiência

IIoT é uma nova tecnologia. Portanto, não há profissionais suficientes que entendam o cenário em mudança da Indústria 4.0 e ofereçam um desenvolvimento

Além disso, há uma escassez de treinamento e experiência para profissionais para ajudar as empresas a implantar a IoT de forma eficiente.

Além disso, os fabricantes e a equipe de TI costumam lidar com a IIoT com mais cautela, pois requer treinamento extensivo. Os funcionários também hesitam porque precisam passar por treinamento e experiências rigorosas. Eles também precisam de análises avançadas e ferramentas digitais para seu trabalho, adicionando mais custos para a empresa de manufatura.

No entanto, esse risco pode ser minimizado, pois existem plataformas que podem aumentar a variedade da estrutura de TI atual. Essas plataformas podem se comunicar com o cabeamento atual e o hardware antigo, ao mesmo tempo em que oferecem nova conectividade, como celular ou Wi-Fi, para aumentar a influência da rede.

3) Segurança IIoT

A segurança é a principal preocupação para todos os adotantes da IIoT. Problemas de segurança podem ocorrer devido a interfaces web inseguras, interfaces móveis, criptografia fraca e serviços de rede. As preocupações com a segurança são justificáveis, já que quase metade das importantes operações de infraestrutura funciona com software antigo.

A segurança da IIoT tem lados bons e ruins. O lado bom é que a IIoT tem segurança na nuvem. Isso significa que os provedores de serviços e segurança que fornecem essas plataformas melhoraram sua segurança nos últimos anos. O lado ruim, porém, é que problemas de segurança ainda ocorrem devido a senhas fracas ou comuns das empresas, por exemplo. Mas eles não ocorrem por causa do serviço do provedor de nuvem.

Isso significa que a segurança pode ter sido uma prioridade, mas a manutenção e o manuseio do acesso dependem apenas das diretrizes seguidas pelas empresas. Essas empresas geralmente lidam com segurança com um sistema interno que não é tão seguro quanto deveria ser.

4)   IIoT ainda carece de padrões

A maioria das empresas de manufatura usa um sistema proprietário e híbrido com várias soluções de hardware e software. Essa falta de padronização é um obstáculo para a adoção bem-sucedida da IIoT. Muitas vezes, leva a um aumento nos custos.

Essa falta de padronização levou a um boom na exigência do setor industrial por soluções de desenvolvimento de aplicativos IoT. Portanto, tornou-se um grande desafio para as empresas de manufatura e precisa ser abordado.

Que indústrias que usam IIoT?

Várias indústrias usam dispositivos e tecnologia IIoT. As mais comuns estão listadas abaixo.

Indústria automotiva

A indústria automotiva é uma indústria que abraçou rapidamente a Quarta Revolução Industrial. Esse setor combina a IIoT com outras tecnologias mais recentes, como a robótica, em ambientes de fábrica inovadores e inteligentes.

Hoje, a indústria automotiva se entrega ao software. A IIoT criou um ambiente de fabricação e produção diretamente ligado a vendas, cadeia de suprimentos, marketing e financiamento. Fornece uma imagem completa das condições de fabricação, ao mesmo tempo em que obtém dados de conectividade e os vincula para aumentar o valor.

Setor elétrico

Esta indústria tem vastos recursos que se estendem muito além do ponto de produção. A capacidade da IIoT de implantar análises profundas para analisar o consumo de energia e prever tendências resulta em melhor produção e gerenciamento de energia.

As ferramentas digitais que permitem que as concessionárias de energia visualizem sua rede em termos de desempenho e saúde mudaram o jogo.

Usinagem CNC

As máquinas CNC geralmente são fabricantes discretos que produzem itens exclusivos. Existem algumas falhas relacionadas ao tempo de instalação, otimização de processos, configurações, treinamento de mão de obra e muito mais.

Insights de big data e aplicativos IIoT podem fazer uma enorme diferença na probabilidade de máquinas CNC. Uma empresa de usinagem CNC pode encontrar maneiras de reduzir custos e maximizar a capacidade. Eles analisam dados de sensores, dados de frequência, dispositivos adaptados e outras entradas desse tipo.

Ele pode maximizar a capacidade por meio de melhores processos, manutenção preditiva e melhoria da vida útil da ferramenta.

Depois de ler todos os benefícios e riscos associados à IIoT, você pode estar se perguntando sobre o futuro da IIoT na indústria de manufatura. Se sim, continue lendo.

Qual é o futuro da IIoT?

Embora a IIoT tenha obtido avanços notáveis em pesquisa, experiência do cliente e produção, as conquistas tecnológicas ainda estão no horizonte. Pequenas empresas e empresas globais aproveitam as oportunidades de melhor comunicação na Internet e gerenciamento de baixo custo.

As empresas que lidam com desenvolvimento de produtos estão vendo mais benefícios ao usar dispositivos IoT. A IIoT está ajudando a reduzir os custos operacionais e melhorar o desempenho no processo de produção.

Da mesma forma, a IIoT está desenvolvendo tendências em utilitários conectados. Como IoT como serviço, permite que provedores terceirizados lidem com todos os dispositivos IIoT com referência de instalação. A perspectiva mais atraente da IIoT é a combinação de computação de borda e nuvem. Está evoluindo para que as instalações coletem estatísticas de qualquer fonte, não importa como esteja conectada, em um único local.

Portanto, em suma, a IIoT é a tendência tecnológica mais promissora hoje. No entanto, várias empresas ainda estão hesitantes sobre isso ou estão no estágio inicial de aceitação e adoção.

Isso nos diz que o futuro da IIoT não tem nada de sombrio. Haverá mais segurança, maior conectividade e custos de implantação reduzidos. Espera-se que a IIoT cresça 16,7% de agora até 2027 e atinja uma participação geral de mercado de US$ 264 bilhões.

Com o surgimento de mais soluções de software e fabricantes de dispositivos, os custos de adoção da IIoT cairão automaticamente. No entanto, à medida que as empresas percebem essa otimização de alta produtividade, o custo e a lucratividade podem mudar rapidamente com as empresas que buscam uma vantagem competitiva.

Conclusão

Não há como negar que o futuro da IIoT e da IoT é brilhante em todos os setores. Embora existam várias barreiras à adoção, isso não significa que a IIoT não valha o risco.

Para acompanhar os avanços tecnológicos, todo fabricante terá que se voltar para ele mais cedo ou mais tarde. Então, entre em contato conosco hoje mesmo se você está procurando um serviço de desenvolvimento de IIoT ou deseja que uma empresa cuide do seu processo de IIoT.

FacebookTwitterLinkedIn