É hora de dar uma outra olhada no SCADA

https://network-king.net/wp-content/uploads/2022/04/shutterstock_2143374049-769x414.jpg

A maioria das soluções SCADA tem décadas de serviços prestados. Provavelmente levaram anos para serem instaladas e passaram por várias melhorias e atualizações ao longo do tempo. Hoje, no entanto, mais organizações estão percebendo que seus sistemas SCADA tradicionais estão se tornando complicados, problemáticos e difíceis de manter e suportar. Até porque, foram projetados e construídos para um mundo muito diferente. 

Muitos sistemas SCADA existentes são difíceis de configurar, manter e suportar e possuem limitações inerentes, como a incapacidade de:

  • lidar com violações de segurança intencionais e não intencionais; 
  • lidar efetivamente com a comunicação de saída do mundo OT para o mundo de IT; 
  • apoiar as inovações que a tecnologia cloud oferece em termos de armazenamento de dados e aplicações executadas na cloud; 
  • ser facilmente escalável para novas arquiteturas baseadas em nuvem, o que significa a incapacidade de ser configurado para suportar sistemas altamente distribuídos ou adicionar dispositivos suplementares em tempo real; 
  • e suportar padrões abertos como OPC UA para conectividade com dispositivos de automação. 

Portanto, chegou a hora de reavaliar esses sistemas. E de dar uma boa olhada em sistemas SCADA mais modernos. 

Mas, antes, aqui estão algumas considerações relevantes:

  • A pandemia do COVID-19 impactou negativamente as operações industriais globais e as atividades de fabricação, impactando ainda mais o mercado SCADA. O consumo limitado de bens de luxo, eletrônicos, automotivos e a flutuação nos preços de petróleo e gás durante a pandemia e os bloqueios em todo o país reduziram as vendas nos respectivos setores, limitando ainda mais a demanda por soluções de automação e SCADA.

  • Esses fatores impactaram fortemente o investimento dos usuários finais em soluções de controle industrial em 2020. O mercado global de SCADA se recuperou em 2021 e deve continuar aquecido em 2022, pois as empresas estão necessitando de soluções eficientes de controle e monitoramento que funcionem melhor que o trabalho humano.
  • A inovação dos sistemas SCADA baseados em nuvem, oferecendo colaboração e controle aprimorados sobre diferentes processos e operações, impulsionará a demanda por sistemas SCADA nos próximos anos.

Os sistemas SCADA modernos suportam os padrões da indústria e, especificamente, a estruturação de dados e a modelagem de informações, incluindo a interoperabilidade de vários fornecedores e a independência de dispositivos. Mais importante ainda, é possível trocar dispositivos de diferentes fornecedores quando todos suportam os mesmos padrões de dispositivos. 

Novos sistemas têm aumentado a vida útil, pois possuem dispositivos de hardware e software com maior capacidade de coletar informações em tempo real para avaliar informações de desempenho e manutenção. Além disso, como os novos sistemas SCADA capturam mais inteligência de dados, há uma melhoria significativa na manutenção dos sistemas. 

Também fornecem importantes fundamentos de IoT, incluindo:

  • Compatibilidade – Esses sistemas têm conectividade com controles existentes e fornecem suporte para padrões como OPC UA e novas tecnologias como nuvem, virtualização, dispositivos móveis e análises avançadas.
  • Segurança – Têm segurança incorporada à arquitetura e fornecem segurança baseada em função e usuário, autenticação multifator (MFA), segurança do sistema operacional, segurança cibernética e gerenciamento de patches.
  • Tecnologias básicas – Contam com atualizações de software e suporte a patches, frequência de lançamento de versões regular, compatibilidade com sistemas operacionais atuais e futuros e suporte razoável para sistemas operacionais anteriores. Hoje, qualquer SCADA sério oferece uma implementação de 64 bits. 
  • Níveis avançados de funcionalidade – Fornecem funcionalidade aprimorada ao usuário, funcionalidade de administração, trilhas de auditoria, funcionalidade de mercado vertical e integração com negócios, engenharia, cadeia de suprimentos, CPM/MES, equipamentos de fábrica e sistemas de automação.
  • Proposta de valor para integradores e usuários finais – Esses sistemas são escaláveis, extensíveis, flexíveis e econômicos. Quando os integradores podem instalar um sistema e suportá-lo de forma econômica, e seus esforços em um aplicativo podem ser reutilizados no próximo aplicativo e/ou eles podem treinar operadores para lidar com a administração e manutenção do dia-a-dia, eles encontraram um solução confiável de qualidade que funciona para eles e usuários finais.

Outra tendência importante é a ser observada é a de que a crescente sobreposição de funcionalidades entre MES e SCADA provavelmente continuará com uma integração mais estreita em busca de um único pane of glass. O SCADA está sendo aprimorado com funcionalidades avançadas, como inteligência integrada, bancos de dados relacionais e recursos limitados de rastreamento e rastreamento, e os sistemas MES estão mudando com monitoramento de produção em tempo real e comunicações diretas com redes de sensores cada vez mais sofisticadas. 

“Isso tem tudo a ver com maior eficiência, redução de custos e tornar o pessoal mais eficaz. Para fazer isso, é necessário um único pane of glass, especialmente com operadores mais experientes tecnicamente”, diz Ranbir Saini, Vice President Of Product Management da Dodge Construction Network.

Com conceito de um único pane of glass operadores de chão de fábrica, supervisores e outros profissionais de fabricação podem obter acesso a todos os dados de que precisam sobre ativos de equipamentos individuais, desempenho de linha e métricas de chão de fábrica de primeira linha em painéis e visualizações consolidados, em vez de os pontos de dados em silos e inúmeras telas HMI do passado. “No final, MES ou SCADA simplesmente descrevem um conjunto de recursos que suportam a interoperabilidade e a troca de dados de maneira contextualizada para que todos possam ver todos os dados e usá-los para tomar decisões informadas”, explica Saini.

No ambiente de hoje, não há dúvida de que o SCADA é essencial. No entanto, antes de adotar ou atualizar o SCADA, existem alguns recursos que devem ser considerados para garantir que um novo sistema seja poderoso e flexível o suficiente para se destacar na era moderna.

Com a adoção contínua da transformação digital e da tecnologia da Indústria 4.0, os fabricantes estão usando mais dados e análises em seus processos diários do que nunca. Como resultado, os sistemas SCADA baseados na tecnologia dos anos 90 não são suficientes. É impossível levar uma organização para o amanhã se ela estiver presa no ontem.

Portanto, ao escolher um novo sistema SCADA para sua organização, você deve ter certeza de que ele é poderoso e flexível o suficiente para se adaptar a todas essas mudanças que estão surgindo. 

Integrando SCADA ao monitoramento de IT/OT

Independente de quanto tempo sua solução SCADA tenha, ela tem um papel tão central em OT. Portanto, é imperativo que esteja sempre operacional. Isso significa que é preciso monitorar seu status constantemente. Mas trazer o SCADA para o seu conceito de monitoramento também traz outros benefícios, principalmente devido à convergência de IT e OT.

A integração do SCADA em seu monitoramento:

1 – Monitoramento do servidor SCADA – Assim como com qualquer outro sistema, um sistema SCADA é tão bom quanto o hardware em que está sendo executado e, portanto, isso precisa ser constantemente avaliado quanto a erros ou possíveis erros. Isso inclui métricas como carga da CPU, uso de memória, espaço de armazenamento, desempenho e muito mais. Ao receber alertas quando os valores de limite que você define são excedidos, você pode saber imediatamente se há um problema.

2 – Possibilidade de alarmes adicionais – Sistemas SCADA já fornecem alarmes quando as coisas dão errado, mas o software de monitoramento pode adicionar ainda mais alarmes para garantir que nada seja perdido, como avisos sobre os servidores em que o sistema SCADA é executado. Se a ferramenta de monitoramento fornecer funcionalidade de alerta, você poderá definir limites para ser alertado quando as condições se desviarem do que é considerado “normal”. 

A convergência de TI e OT significa que você precisa ter uma visão geral de todos os aspectos de sua infraestrutura industrial. Isso implica obter OT, TI e IIoT em um só lugar. Além das métricas de TO coletadas pelos sistemas SCADA, existem muitos outros pontos de dados que são importantes para a compreensão de um ambiente industrial. Por exemplo: a integridade dos switches (incluindo métricas como status da porta e perda de pacotes), o status do seu no-break, o uso de memória, CPU e RAM de PCs industriais, a integridade dos gateways industriais, o status de dispositivos de TI comuns, como impressoras, servidores e muito mais.

FacebookTwitterLinkedIn