Certificação avalia nível de sustentabilidade de datacenters

https://network-king.net/wp-content/uploads/2022/04/shutterstock_715802659-769x414.jpg

Um novo programa se propõe a avaliar e certificar o nível de sustentabilidade de data centers. O objetivo é dar reconhecimento a organizações que seguem as melhores práticas para manter operações sustentáveis nesses ambientes usando certificação baseada em uma estrutura de avaliação que torna a sustentabilidade quantificável.

Apelidado de DEEP, ou Data Center Efficiency Evolution Program, o programa é uma iniciativa da Informa Tech que reúne e divulga informações aprofundadas e especializadas sobre o setor de Tecnologia da Informação e Comunicação por meio de fóruns, eventos e pesquisas. Dezenas de especialistas do setor discutiram os detalhes da estrutura de avaliação de data centers durante o Data Center World (DCW) 2022, realizando no final de março no Texas (EUA).

O DEEP foi apresentado pela primeira vez na edição do DCW de 2021, mas a equipe do programa passou 18 meses em desenvolvendo as melhores práticas em operações sustentáveis de data center, que foram reunidas em una estrutura que servirá de base para atingir dois objetivos importantes. Um deles é facilitar a implementação de práticas de sustentabilidade para gestores de datacenters. O outro é reconhecer datacenters que este jam empregando essas práticas sustentáveis por meio de um sistema de pontuação, que considera muito mais do que apenas o uso de energia, mas também outras fontes de emissões de carbono, consumo de água e lixo eletrônico gerado.

Ao longo dos últimos meses, o programa DEEP trabalhou com vários data centers líderes nos Estados Unidos para testar a estrutura de avaliação na prática. Bluebird Networks, Digital Fortress, DC BLOX e Banner Health possuem instalações que agora são reconhecidas com certificados DEEP, demonstrando ter as melhores práticas de sustentabilidade nesses ambientes.

“É importante reconhecer o bom trabalho que essas empresas estão fazendo, Nesses data centers com certificação DEEP, estamos vendo instalações subterrâneas, que usam energia 100% renovável, fazem coleta de água da chuva e uso de refrigeração a ar livre. Essas são histórias e práticas que precisam ser compartilhadas, contadas e elogiadas”, destaca Kevin Kent, diretor do DEEP Data Center Assessments.

“Acreditamos que o DEEP nos ajudará a entender onde estamos atualmente em termos de melhores práticas do setor, a identificar quaisquer lacunas que possamos ter ou oportunidades de melhoria na área de sustentabilidade ao longo do tempo. Também vai nos permitir criar um roteiro de avanços. Obviamente, essas são informações valiosas que podemos usar para definir orçamentos e programas dentro da empresa, mas também para comunicar aos nossos clientes”, explica Bill Thomson, vice-presidente de gestão de produtos do DC BLOX, provedor de colocation com cinco instalações no sudeste dos Estados Unidos, ao site Data Center Knowledge.

A energia consumida pelos datacenters deve triplicar na próxima década, sobrecarregando ainda mais as redes elétricas e retardando as tentativas de redução das emissões de carbono, segundo a Informa Tech.

A estrutura de avaliação do DEEP inclui dezenas de parâmetros para pontuar e avaliar data centers em temas como gerenciamento do fluxo de ar, sistemas elétricos e mecânicos e processos, baseando-se na análise de padrões e diretrizes como LEED, DoE, BICSI, ASHRAE, AFCOM e Green Grid. A avaliação é feita localmente e auditada pelos membros do conselho de certificação do DEEP. Também será apresentado um relatório detalhado com recomendações de melhorias.

Mercado em crescimento

O mercado de data center verde deve crescer a uma taxa composta anual de 7,5% entre 2021 e 2027, de acordo com um relatório da Arizton Advisory and Intelligence O crecimento deve ser impulsiondo pelo uso de geradores ecodiesel, geradores de gás natural, células de combustível e óleo vegetal hidrotratado (HVO) com foco na sustentabilidade.

A sustentabilidade tem sido encarada como uma consideração importante nos ambientes de de data centers. Iniciativas como Science Based Targets (SBTi), Climate Neutral Data Center Pact, Long Duration Energy Storage (LDES) e RE100 são exemplos de esforços que estão sendo empregados também promover mudanças nos data centers em busca de operações mais sustentáveis.

FacebookTwitterLinkedIn