FacebookTwitterLinkedIn

Camiseta com 5G monitora sinais vitais

https://network-king.net/wp-content/uploads/2021/07/iotmedica8135-769x414.jpeg

Monitorar os pacientes onde quer que estejam e supervisionar seu estado de saúde incessantemente é uma tarefa premente. Inspirado por essa necessidade, um grupo de empresas apresentou recentemente uma camiseta inteligente com conexão 5G e sensores embutidos no tecido que podem captar e enviar informações em tempo real sobre condições de saúde do usuário a centros de atendimento.

Feita de material lavável sem componentes de metal, a camiseta dispõe de biossensores capazes de medir sinais vitais, como temperatura corporal, batimentos cardíacos, frequência respiratório, esforço muscular e elementos do suor. Os parâmetros ficam registrados em uma unidade de controle miniaturizada e são convertidos para formato digital, podendo ser transmitidos para o smartphone ou o smartwatch do usuário ou ainda para uma central remota que analisará os dados usando software médico.

O projeto da camiseta é da AccYouRate, que se associou aos parceiros ZTE (provedora da conexão 5G), Let’s Webearable Solutions (criadora dos sensores) e BSP-Medical (responsável pelos algoritmos que preveem doenças cardiovasculares) para oferecer uma solução completa.

A ZTE iniciará os testes com a conexão 5G em um centro de inovação e pesquisa em L’Aquila, na Itália. O projeto teve contribuições de várias entidades, incluindo a Cruz Vermelha italiana. Francesco Rocca, presidente da organização, destaca que tecnologias como essa serão muito úteis na chamada “última milha”, onde se encontram milhares de pessoas vulneráveis com doenças crônicas e sem acesso fácil a serviços de atendimento.

O mercado global de vestíveis médicos deve atingir US$ 19,5 bilhões em 2027, com uma robusta taxa composta de crescimento anual de 21,4% no período de 2020 a 2027. Vários são os fatores que contribuirão para esse boom, incluindo a maior utilização de dispositivos conectados para gerenciamento de doenças crônicas, como é o caso da camiseta inteligente da AccYouRate, mas também o maior foco no paciente, na busca de serviços de saúde em domicílio e na contenção de custos relacionados à prestação de cuidados médicos.

Não se pode ignorar também o impacto que a pandemia Covid-19 tem produzido nesse mercado, com as pessoas buscando meios próprios para avaliar seus próprios sinais vitais, como a oxigenação. Nessa onda, alguns estudos mostraram que wearables poderiam fazer o diagnóstico precoce da Covid-19, ajudando a aliviar a carga de exames em laboratórios.

Por exemplo, pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Stanford e da Universidade Case Western mostraram que os dados de frequência cardíaca, número de passos diários e tempo de sono em smartwatches poderiam detectar casos de COVID-19 pré-sintomáticos. Também criaram um algoritmo de detecção on-line que identifica estágios iniciais da infecção por meio do monitoramento da frequência cardíaca em tempo real.

Mais do que as primeiras pulseiras, relógios e agora camisetas, o mercado de vestíveis médicos está ganhando mais sofisticação com produtos para variados estilos e finalidades, que as pessoas podem escolher de acordo com o estilo de vida ou métricas que desejam acompanhar.

Fonte: Nature Electronics

Em suma, mais conexão significa dados mais acessíveis e melhores cuidados de saúde para os pacientes. O lançamento de dispositivos tecnologicamente avançados (camisas inteligentes, lentes inteligentes, bandas inteligentes e outros) e dos software de análise, devem impulsionar o crescimento do mercado de IoT para a Saúde.

FacebookTwitterLinkedIn