As melhores ferramentas de monitoramento de TI remoto e local

https://network-king.net/wp-content/uploads/2022/03/shutterstock_333982724-769x414.jpg

Ao procurar a solução perfeita, considere também outros fatores!

O monitoramento de TI é um campo muito complexo. Se quisermos simplificá-lo um pouco, podemos dividi-lo nem três: monitoramento clássico da infraestrutura de TI, monitoramento do desempenho da rede e monitoramento do desempenho dos aplicativos.

O primeiro representa os desafios clássicos de todo administrador de sistema e inclui o monitoramento de aplicativos ou servidores padrão, bem como hardware, armazenamento e outros elementos de infraestrutura. O monitoramento do desempenho da rede é voltado para roteadores, firewalls ou switches e, claro, todos os fluxos de dados que passam por esses dispositivos. E o monitoramento de desempenho de aplicativos comparativamente mais recente abrange sistemas de CRM ou sites inteiros.

É da natureza do monitoramento de desempenho de rede que ele seja geralmente executado on premisse. Isso porque permite, aparentemente, acesso mais fácil aos diversos dispositivos monitorados e aos fluxos de dados que fluem sobre eles. Por outro lado, o monitoramento de desempenho de aplicativos tende a ser executado na nuvem, pois os próprios aplicativos monitorados estão todos na nuvem. O monitoramento de TI “tradicional” está no meio e há tantos motivos sólidos para optar pelo monitoramento local quanto para optar por uma solução de monitoramento fora do local mais recente.

Local ou remoto, seu monitoramento de TI deve atender às suas necessidades e não o contrário.

O que exatamente é o monitoramento de TI local e remoto?

A pergunta sobre o que exatamente está por trás do termo monitoramento de TI dentro e fora das instalações não é difícil de responder, mas quanto mais detalhes da prática real do dia-a-dia você quiser considerar, mais longa será a resposta. Em geral, o termo software local refere-se a um modelo de licenciamento e uso para programas de computador baseados em servidor. O modelo on-premises clássico está sendo ultrapassado em muitas áreas hoje pela computação em nuvem mais recente – também conhecida como off-premises.

Off-premises significa que o licenciado (cliente) contrata (ou frequentemente aluga) software em vez de trabalhar com ele sob sua própria responsabilidade em seu próprio data center (on-premises). Existe, é claro, e — aqui já vem uma nuance significativa — a possibilidade de um cliente executar software comprado ou alugado em servidores alugados de um data center de terceiros a qualquer momento; neste caso, o software também não roda no hardware do provedor.

Uma vantagem significativa de uma solução de software on-premise é que ela pode ser otimizada mais individualmente para áreas de uso específicas do que no caso de SaaS (Software as a Service). Em contraste, muitos usuários de software apreciam o fato de que as soluções off-premises não exigem uma estrutura de hardware própria e – se forem alugadas – geralmente oferecem modelos de licenciamento atraentes e flexíveis.

O monitoramento remoto significa necessariamente menos flexibilidade?

A objeção muitas vezes levantada contra soluções em nuvem, como SaaS, de que elas necessariamente resultam em menos flexibilidade, não é automaticamente correta. Sim, é verdade que, geralmente, há menos oportunidades de individualização do que com soluções locais. As possibilidades de customização de soluções SaaS podem ser realizadas de várias maneiras e são geralmente implementadas nos serviços (por exemplo, por várias configurações ou alguns módulos de terceiros).

E há mais alguns argumentos que devem ser considerados. Enquanto com soluções on-premise todos os riscos e encargos são transferidos para o cliente através da compra de uma solução, com soluções off-premise como SaaS também o hardware, operação, bem como os custos de manutenção são cobertos pelo preço do aluguel e geralmente muito menos risco é transferido. No entanto, com soluções locais, todos os dados relevantes estão localizados no próprio data center da empresa. Com off-premises, os dados são mantidos no sistema de um provedor que muitas vezes não tem seus negócios no mesmo país, talvez nem no mesmo continente. Isso muitas vezes pode ser um dilema de proteção de dados e também torna necessário elaborar contratos de terceirização individuais para soluções fora do local.

Fique de olho no básico, como SNMP

Há, sem dúvida, muitas soluções off-premises disponíveis em 2022 que fornecem sólido monitoramento de TI. A maioria dessas soluções é de soluções verdadeiramente nativas na nuvem, enquanto algumas — como o PRTG Hosted Monitor – são “softwares hospedados on-premises”, ou seja, soluções criadas para o mundo local que agora permitem o monitoramento de TI off-premise. No entanto, o legado dessas soluções revela uma clara força, porque as soluções de monitoramento de TI baseadas em SNMP sempre prosperam com a maturidade do produto. Muitos arquivos MIB de fornecedores são falhos, o que se torna evidente apenas através do feedback do cliente ao longo dos anos e pode influenciar o desenvolvimento e customização de soluções. Quanto mais tempo um monitoramento baseado em SNMP estiver no mercado, mais confiável ele será. Isso é um forte argumento contra soluções nativas em nuvem e, em vez disso, para aquelas que já se provaram no mundo local por anos.

A seguir, fornecemos duas boas soluções de monitoramento local e duas boas soluções de monitoramento externo, todas cobrindo as áreas essenciais de monitoramento de TI. Sem mais delongas, vamos ao que interessa:

Duas ótimas soluções de monitoramento de TI locais/on-premise

NetCrunch

A empresa polonesa AdRem foi fundada em 1998 e agora tem um escritório adicional em Nova York. A AdRem ficou conhecida com o NetCrunch, uma solução de monitoramento de TI muito sólida que pode fazer praticamente tudo o que os administradores de sistema ambiciosos esperariam.

Paessler PRTG Network Monitor

O Paessler PRTG Network Monitor é uma solução de monitoramento on premisse bem conhecida e testada.

Duas ótimas soluções de monitoramento de TI remoto/off-premise

LogicMonitor

Uma solução de monitoramento baseada em nuvem muito interessante é o LogicMonitor. Este software não se concentra inerentemente no monitoramento clássico de TI, mas possui um conjunto considerável de recursos e se concentra na análise avançada dos dados coletados.

Essa análise avançada contém algumas ferramentas complexas, com as quais o administrador de sistema precisa se acostumar. Além disso, o LogicMonitor é provavelmente um pouco mais caro do que outras soluções do mercado. No entanto, se você olhar além desses dois pontos, obterá uma solução incrível, realmente nativa na nuvem.

Paessler PRTG Hosted Monitor

Ah, e é aqui que um dos maiores pontos fortes das soluções off-premises realmente entra em jogo: o PRTG Hosted Monitor é cobrado mensalmente ou anualmente, simplesmente com base no número de sensores que você precisa.

Siga nossa newsletter para não perder novas avaliações e comparativos.

FacebookTwitterLinkedIn